Minha evolução

Tenho muito a aprender. Cada vez estou mais ciente disso. Cada formação abre sempre portas. Infelizmente não tenho procurado formação continua externa, em grupo. Mas tenho de mudar isso. Ultimamente tenho testado e aplicado nas sessões algumas das plataformas e técnicas que me foram por vós apresentadas. Os resultados têm sido positivos.

Na minha opinião tem de existir um equilíbrio na aplicação de grande parte das dinâmicas. Algumas serão mais direcionadas para alguns grupos enquanto outras podemos usar com mais frequência. Penso que nem tudo é branco ou preto!

Eu tenho quase sempre as espectativas demasiado elevadas. Tenho noção que acabo por sair desiludido pois nem sempre consigo atingir tudo o que tinha definido como objetivo. 
Quais são/foram os meus “mentores”?
Por várias razões nem sempre há troca de sinergias entre nós formadores. O que é pena. Cada um de nós transporta muita riqueza que partilhada nos pode tornar melhores formadores.

Os coordenadores têm um papel muito importante na dinâmica da ação. São eles que definem muito do que a ação pode ser.
Os formandos têm um papel extremamente importante em qualquer ação. Eles têm o poder de as tornar desafiantes ou colocar-nos os cabelos em pé. Aprendo muito com os formandos e isso é algo que acontece naturalmente, sem grande surpresa e desconforto. Fico muito orgulhoso quando alguns deles aproveitam bem as formações e acabam por terminar